terça-feira, 11 de junho de 2013

Como se escreve nos jornais*

Notícia curiosa no Correio da Manhã (em notícia não assinada) de hoje:

Um banqueiro alemão adormeceu no seu local de trabalho, o que fez com que, acidentalmente, tocasse no teclado e transferisse, por engano, 222 milhões de euros.
O funcionário do banco alemão só devia ter feito uma transferência de 62,40 euros, mas o facto de ter adormecido em cima do teclado fez com que pressionasse o número 2, dando origem a uma ordem de pagamento milionário para a conta de um reformado.
[...]
Apesar do banco ter acusado a supervisora de não verificar o trabalho dos seus funcionários, o tribunal decidiu que a mulher não agiu por premeditação, tendo ordenado ao banco que a readmite-se.
Está visto que há jornalistas a precisar de reciclagem. É óbvio que o funcionário bancário não é um banqueiro  e que a forma verbal não é "readmite-se", mas "readmitisse". 
E assim se vai escrevendo nos jornais...

*Com a devida vénia ao Hélder Guégués pelo título deste artigo.

PS. Às 17h17, vi de novo a notícia e o "banqueiro" já tinha sido substituído pelo "bancário", mas o "readmite-se" resiste ainda.
PS2. Pelas 18h30, já está "readmitisse". Ainda bem.

1 comentário:

sravan rao disse...

Click here to Buy Laptops from popular brands - HP, Dell, Lenovo, Acer, Sony and more for best prices.
laptop price in india